O Tribunal Federal de Itália decretou esta segunda-feira que o Parma, clube onde joga Bruno Alves, vai começar a temporada 2018/2019 com cinco pontos negativos. Esta é uma boa notícia para o emblema italiano que estava em risco de descer à segunda divisão.

Em causa estão mensagens de Whatsapp enviadas por Emanuele Calaio, avançado do Parma, para dois jogadores do Spezia, entre eles Fabio De Col, três dias antes do encontro entre as duas equipas. Nas mensagens, Calaio pedia aos jogadores do Spezia para não se esforçarem muito durante a partida. O jogo entre as duas equipas era decisivo para o Parma, visto que daria a subida à primeira divisão.

Emanuele Calaio afirmou que as mensagens foram uma brincadeira e acrescentou que "sempre fui um exemplo para os mais novos. Estou aqui por causa de três estupidas e inofensivas mensagens na brincadeira que nunca tiveram um segundo objetivo."

O advogado de acusação pediu ao Tribunal uma pena de quatro anos para o jogador e uma penalização desportiva para o Parma que poderia ir dos dois pontos perdidos na época 2017/18 - o que ditaria o regresso à Serie B, ou uma penalização até 6 pontos no arranque da época 2018/19. O Tribunal decidiu pela penalização na próxima época e por uma condenação de dois anos sem jogar para Calaio, bem como uma multa de 20 mil euros.

O Parma já reagiu à sentança através de um comunicado e referiu que a pena foi "muito pesada" e que recorreu da condenação "na esperança de encontrar justiça."

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.