O argentino Paulo Dybala acusou positivo no teste de rastreio ao novo coronavírus, sendo o terceiro futebolista da Juventus a contrair a covid-19, revelou hoje o clube campeão de Itália, no qual alinha o internacional português Cristiano Ronaldo.

"Paulo Dybala realizou os testes clínicos, que deram positivo para o novo coronavírus. Está em regime de quarentena voluntária no seu domicílio desde 11 de março. Vai continuar a ser monitorizado e a seguir o plano indicado. Ele está bem e assintomático", refere o comunicado divulgado no site oficial da Juventus.

Pouco depois desta nota emitida pelo clube de Turim, o próprio internacional argentino confirmou, através de uma mensagem no seu twitter oficial, que tanto ele como a namorada Oriana testaram positivo para o novo coronavirus, mas que ambos se encontram "em perfeito estado".

"Olá a todos, queria comunicar-vos que acabamos de receber os resultados do teste do Covid-19 e que tanto a Oriana como eu demos positivo. Felizmente encontramo-nos em perfeito estado. Obrigado pelas vossas mensagens e saudações a todos", escreveu Dybala.

O argentino torna-se no terceiro jogador da 'Vecchia Signora' a contrair a doença, depois de Matuidi e de Danielle Rugani.

O novo coronavírus, responsável pela pandemia da covid-19, já infetou mais de 271 mil pessoas em todo o mundo, das quais pelo menos 11.401 morreram.

Depois de surgir na China, em dezembro, o surto espalhou-se já por 164 países e territórios, o que levou a Organização Mundial da Saúde (OMS) a declarar uma situação de pandemia.

O continente europeu é aquele onde está a surgir atualmente o maior número de casos, com a Itália a ser o país do mundo com maior número de vítimas mortais, com 4.032 mortos em 47.021 casos. Segundo as autoridades italianas, 5.129 dos infetados já estão curados.

Vários países adotaram medidas excecionais, incluindo o regime de quarentena e o encerramento de fronteiras.

*Artigo atualizado às 19h26

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.