Gianluca Petrachi, diretor desportivo da AS Roma, pediu desculpa, esta segunda-feira, pelas palavras utilizadas para demonstrar a sua frustração com o árbitro que, na última jornada do campeonato italiano, anulou um golo anulado à Roma, no último minuto do empate caseiro (1-1) com o Cagliari.

O dirigente dos romanos afirmou que "o futebol é um jogo de homens, não é para bailarinas" e até sugeriu que, se o jogo fosse para bailarinas, então melhor seria trocar as chuteiras pelas sapatilhas de ballet.

Ora, e perante as muitas críticas que surgiram após estas palavras de Petrachi, a AS Roma divulgou nas redes sociais o pedido de desculpas do seu dirigente.

"Peço desculpa se alguém se sentiu ofendido com as minhas palavras. Não era minha intenção insinuar que o futebol é um desporto só para homens e não para mulheres. O futebol é de todos e, na Roma, estamos muito orgulhosos com a nossa equipa feminina e por promovermos o futebol feminino", pode ler-se na publicação.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.