O proprietário da Fiorentina, Rocco Commisso, revelou na quarta-feira que há 10 casos de Covid-19 no clube da liga italiana de futebol, sendo que há três pessoas hospitalizadas.

"A situação está a degradar-se, no clube temos 10 pessoas afetadas por esta doença", disse Comisso, em declarações ao canal televisivo Sky Sport Itália.

Entre os jogadores infetados estão Patrick Curone, German Pezzella e Dusan Vlahovic.

O clube lançou uma petição para ajudar os hospitais, com o futebolista francês Franck Ribéry a doar 50.000 euros.

"Começou muito bem, neste momento já recolhemos 420.000 euros de um objetivo de 500.000", referiu o dirigente.

O novo coronavírus, responsável pela pandemia da Covid-19, começou em dezembro na China e infetou mais de 210 mil pessoas em 170 países, das quais mais de 8.750 morreram.

Os países mais afetados depois da China são a Itália, com 2.978 mortes para 35.713 casos, o Irão, com 1.135 mortes (17.350 casos), a Espanha, com 558 mortes (13.716 casos) e a França com 175 mortes (7.730 casos).

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.