O veterano guarda-redes italiano Gianluigi Buffon regressou hoje à Juventus, para representar na época 2019/20 o clube de Turim, do qual saiu há um ano, anunciou hoje a octocampeã italiana de futebol.

Após ter saído por uma época para ingressar nos franceses do Paris Saint-Germain, o veterano guardião, de 41 anos, voltou à equipa que representou durante 17 épocas, para ser companheiro dos portugueses Cristiano Ronaldo e João Cancelo.

"É fantástico porque no último ano tive a oportunidade de jogar com Neymar e Mbappé, agora com Ronaldo. Ainda não falei com ele como companheiro, apenas quando o defrontei. Creio que, para jogadores com a minha experiência, ter a possibilidade de acabar a carreira ao lado de jogadores tão importantes é uma prenda fantástica", disse Buffon, citado pela 'Gazzetta dello Sport'.

O guardião, que vai envergar a camisola 77, revelou ter recusado usar o número 1 e a braçadeira de capitão.

"Tenho de agradecer ao Wojciech [Szczesny] que me ofereceu de imediato o número um, e ao Chiellini que deu a braçadeira de capitão. Recusei. O número um deve ser o guarda-redes titular e sinto-me orgulhoso por ter o Giorgio [Chiellini] como capitão", explicou.

Já a escolha do número 77 é uma homenagem aos tempos em que defendia no Parma.

"Representa a minha história, usei esse número no Parma e trouxe-me sorte", notou.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.