O dia 6 de setembro está com certeza na memória do capitão da seleção nacional.

Foi em Windsor Park, em Belfast, que Cristiano Ronaldo fez o primeiro hat-trick pela 'seleção das quinas' que ajudou a equipa a vencer à Irlanda do Norte por 2-4.

A equipa na altura comandada por Paulo Bento subia ao relvado num jogo em que Portugal estava proibido de perder pontos, a contar para a qualificação para o mundial de 2014.

A seleção começou a vencer com um golo de Bruno Alves, mas viu a Irlanda do Norte chegar ao empate ainda antes do intervalo.

Depois do descanso e reduzida a 10 (por expulsão de Hélder Postiga), a equipa viu-se a perder por 2-1. Até que aos 68 minutos, surge Ronaldo e começa a reviravolta no marcador.

De cabeça aos 68 e 77 minutos e de livre direto aos 82, Ronaldo assinou três golos na folha de jogo, deu os três pontos à seleção e tornou-se, na altura, o segundo melhor marcador atrás de Pauleta.

Entretanto, seis meses depois, frente aos Camarões, o capitão tornou-se no melhor marcador de sempre.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.