Luís Bernardo, diretor de comunicação do Benfica, criticou a claque de adeptos, liderado por Fernando Madureira, que esteve presente no Estádio da Luz para apoiar a seleção nacional no jogo contra a Hungria.

"Estamos certos, e já temos indicações nesse sentido, de que a própria Federação não se revê naquilo que se passou. Agora o que é grave é o que está na origem disto. A criação de uma claque onde estão representados elementos de clube e que utilizam a Seleção para virem para aqui com tons provocatórios. Neste caso foi o Estádio da Luz, mas fosse qualquer estádio", disse Luís Bernardo, em entrevista à TSF.

“A Seleção não precisa de ultras porque é de todos os portugueses. Tenho o meu clube, mas Portugal está acima de tudo. É um absurdo. Ainda por cima, dando a liderança dessa claque a pessoas que são reconhecidas por insultos a adversários e ameaças a árbitros”, acrescentou.

Recorde-se que a polémica em torno da ‘nova’ claque de apoio à seleção nacional começou após cânticos entoados contra o Benfica.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.