João Mário foi uma das novidades de Fernando Santos nos convocados da Seleção Nacional para o duplo compromisso frente a Luxemburgo e Ucrânia.

O médio do Lokomotiv de Moscovo confessa estar feliz por estar de regresso à Seleção e salientou que a sua adaptação ao futebol russo correu de forma positiva.

"Estou muito contente. Era um objetivo que tinha. Foi por isso que mudei. Quis jogar para ser opção e felizmente o mister convocou-me. Estou muito feliz por estar de volta. Temos jogos muito importantes pela frente. O primeiro será já na sexta-feira contra o Luxemburgo e depois na Ucrânia. Temos capacidade para ganhar os dois jogos. Acredito muito nesta seleção", começou por dizer em declarações à SIC, antes de assumir que pretende estar entre os eleitos para o Euro 2020.

"Trabalho para isso. Terei de jogar muito e bem nesta época para ser opção. Depois veremos. A experiência na Rússia está a correr bem. Estou a gostar, adaptei-bem. Tenho jogado bastante e era isso que eu mais desejava", testemunhou, confirmando ter contado com o apoio de Éder nos primeiros tempos passados na Rússia. "Não tenho tradutores no clube. O Éder ajuda-me bastante, mas no futebol a língua que se fala é dentro do campo. Queria jogar e estar bem. Queria competir, daí ter mudado de clube", concluiu.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.