O Mafra empatou hoje 1-1 em casa do Sporting da Covilhã e assegurou a permanência na II Liga de futebol, na 34.ª e última jornada do campeonato.

Ambos os golos foram marcados de livre. Os visitantes, melhores na primeira parte, inauguraram o marcador por Ruca, aos 40 minutos, no entanto, no regresso dos balneários, o capitão Gilberto empatou, aos 50.

A formação treinada por Capucho entrou em campo a lutar pela manutenção, mas a depender apenas de si própria. Foi durante toda a primeira metade a equipa mais dinâmica, mais pressionante e a única a criar reais ocasiões de golo.

Numa partida que começou muito tática, o primeiro remate à baliza foi protagonizado por Pedro Ferreira (14), mas Bruno Bolas defendeu. Num contra-ataque, Zé Tiago serviu Harramiz (22) e o ex-serrano obrigou o guardião dos 'leões da serra' a uma boa defesa.

Pouco depois, nova ocasião flagrante. Bruno Bolas travou a investida de Ruca e, na recarga, Harramiz (25) acertou no poste. O Mafra, dominador e a não dar espaço aos 'serranos', acabou por chegar à vantagem ao minuto 40, num livre em zona frontal, muito longe da baliza, que Ruca, de pé esquerdo, não desperdiçou. Ainda antes do descanso, Ruca, novamente de livre, atirou por cima da barra.

No reatamento, também de livre, à entrada da área em zona frontal, Gilberto repôs a igualdade, aos 50 minutos.

Na segunda parte, o encontro foi mais dividido e com menos oportunidades. Os 'serranos' ganharam intensidade e agressividade, enquanto o Mafra se tornou mais contido e menos pressionante.

O encontrou passou a ser disputado, mas nenhum dos emblemas foi capaz de voltar a aproximar-se com perigo da baliza adversária.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.