A jogar em 'casa emprestada' pelo Leixões, a Oliveirense consentiu o primeiro golo da partida aos 31 minutos, golo de Ruca, mas empatou por intermédio de Paraíba ainda no primeiro tempo (40), fazendo a reviravolta com golos de Fati (55) e Oliveira (67), de grande penalidade, enquanto o Mafra reduziu aos 86, num autogolo de Filipe Gonçalves.

Com duas claras ocasiões de golo para os oliveirenses, uma delas impedida por uma excelente intervenção de Godinho, o Mafra demonstrava dificuldades em ultrapassar a pressão inicial dos adversários, mas, quando o fazia, chegava rapidamente à área de Kadu, inaugurando o marcador num remate forte e colocado de Ruca.

A Oliveirense igualou antes do intervalo, num contra-ataque conduzido por Fati, que serviu Paraíba à entrada da área, tendo o médio brasileiro dominado e a atirado forte para o fundo das redes.

No início da segunda parte, uma saída rápida da Oliveirense terminou nos pés de Fati, com o guineense a tirar o defesa da frente e a rematar colocado ao poste mais longínquo, assinalando a reviravolta, que viria a ser aumentada na conversão de uma grande penalidade por Oliveira.

Até ao final, a formação de Pedro Miguel conseguiu defender o resultado e somar uma vitória importante, que coloca a equipa longe dos lugares de despromoção, enquanto o Mafra continua na metade superior da tabela.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.