Guedes e o Paços de Ferreira chegaram a acordo para anular o contrato assinado entre as partes no final de dezembro de 2018. O jogador tem uma lesão que não permiti-lo dar o seu contributo imediato aos 'castores', facto que levou a anulação do vínculo recentemente assinado.

"O Guedes sabia que precisávamos de um avançado para jogar no imediato, mas ele chegou com uma lesão que o obriga a uma paragem de algumas semanas. Por uma questão de honestidade profissional, o jogador colocou-nos à vontade para procurar outras alternativas. O clube e o jogador chegaram a um entendimento e o contrato não será formalizado. Estamos gratos à honestidade que o jogador demonstrou em todo o processo", disse ao jornal 'Record' o presidente Paulo Meneses, presidente da SDUQ dos 'castores'.

O avançado tinha sido contratado para ser uma alternativa a Luiz Phellype, jogador que se transferiu nos finais de dezembro para o Sporting.

Depois de jogar no Rio Ave nas últimas três temporadas, Guedes, de 31 anos, transferiu-se para o Al Dhafra dos Emirados Árabes Unidos no final de junho de 2018, onde apenas fez um jogo.

Nesta altura o técnico Vítor Oliveira apenas tem Douglas Taque e Ayongo para a frene de ataque do Paços de Ferreira.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.