O Farense regressou hoje aos triunfos na II Liga portuguesa de futebol, ao triunfar por 2-0 no terreno Cova da Piedade, em partida antecipada da oitava jornada que permitiu aos algarvios ascender ao terceiro lugar da tabela.

Depois do desaire na deslocação ao terreno do Académico de Viseu (0-1), a equipa de Sérgio Vieira voltou a somar os três pontos, de forma incontestável, frente a um Cova da Piedade que jogou mais de uma hora reduzido a dez elementos e fez um mau 'ensaio geral' para a receção ao Benfica, na sexta-feira, em encontro da terceira eliminatória da Taça de Portugal.

O Cova da Piedade, que se apresentou com cinco alterações em relação à derrota com o Casa Pia (0-1) na ronda anterior, até foi a primeira equipa a chegar perto do golo, com um cabeceamento de Chico Chen (06 minutos), que obrigou Hugo Marques a aplicar-se.

Porém, já depois de Mayambela obrigar Tony Batista a defesa atenta (19) e de Ryan Gauld cabecear à trave (24), a intensa pressão 'algarvia' resultou na expulsão direta do central piedense Yan Victor (25), que derrubou ostensivamente Ryan Gauld quando o escocês se isolava na direção da baliza.

Sem que a equipa da casa tivesse tempo para se reorganizar, o Farense inaugurou o marcador por Matheus Silva (31), que surgiu ao segundo poste a empurrar, de cabeça, um desvio defeituoso de Edinho.

Apenas três minutos depois, Mayambela aumentou para 2-0, surgindo solto de marcação na pequena área para empurrar, de pé direito, um cruzamento de Fábio Nunes.

Com o triunfo 'na mão', o Farense optou por gerir os acontecimentos na segunda parte, permitindo ao Cova da Piedade equilibrar na posse de bola, mas, em inferioridade numérica, os piedenses nunca conseguiram descobrir o caminho da baliza algarvia.

A melhor oportunidade desse período pertenceu mesmo a Ryan Gauld (70), que viu Marcão intercetar um remate atabalhoado que se dirigia para as redes.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.