Um golo do suplente Bonani na última jogada do encontro proporcionou hoje o empate 2-2 ao Sporting da Covilhã na receção ao Benfica B, em jogo da 14.ª jornada da II Liga portuguesa de futebol.

Mica Silva, aos sete minutos, inaugurou o marcador para os anfitriões, mas Daniel dos Anjos empatou aos 31 e Nuno Santos, ao ‘cair do pano’, aos 89, consumou a reviravolta e parecia ter definido o resultado final, até surgir o golo ‘fora de horas’ de Bonani, aos 90+6.

A primeira metade entre os serranos, há seis jornadas sem ganhar, e os ‘encarnados’, há cinco rondas sem vencer, foi pautada pelo equilíbrio, com os ‘leões da serra’ a jogarem mais vezes no meio campo do adversário.

Adriano, no último jogo pelo Sporting da Covilhã, foi o primeiro a criar perigo, com um remate ao lado de fora da área, logo aos quatro minutos.

Eficazes, os serranos chegaram à vantagem aos sete minutos, por intermédio de Mica Silva. Adriano fez um passe de rutura, o médio recebeu a bola à entrada da área, rodopiou e rematou rasteiro junto ao poste, para o fundo das redes.

Na outra área, Tiago Dantas assustou, de cabeça, e Kukula respondeu também com um cabeceamento para fora.

Aos 31 minutos, o Benfica igualou, na sequência de uma desatenção da defensiva serrana: Daniel dos Anjos ganhou a bola no lado direito e fez ‘agitar as redes’, com um remate cruzado.

No reatamento, os dois emblemas apresentaram-se combativos e a partida manteve-se repartida, mas o Benfica foi aumentando a pressão e criando perigo, com Tiago Dantas a atirar para a defesa fácil de Carlos Henriques.

Aos 63 minutos, o guardião serrano fez uma primeira defesa incompleta e quando Csoboth se preparava para a recarga, Carlos Henriques derrubou o húngaro na área. Na conversão da grande penalidade, marcada por Nuno Santos, o guarda-redes do Covilhã defendeu para o poste.

Quando estavam jogados 69 minutos, Gonçalo Ramos isolou-se e Carlos Henriques voltou a ser protagonista, ao sair da baliza e impedir o golo.

Numa altura em que o Sporting da Covilhã estava a conseguir aliviar a pressão, Jean Batista cruzou da esquerda, mas Daffé não foi capaz de encostar para a baliza e Mica Silva acertou na barra, aos 72 minutos.

Aos 89 minutos, Nuno Santos aproveitou a permissividade da defesa serrana e, com um remate colocado, operou a reviravolta no marcador, mas, já nos ‘descontos’ (90+6), Bonani, que tinha ‘saltado’ do banco aos 70, aproveitou um ressalto e, de fora da área, fez o empate final.

O Sporting da Covilhã perdeu a oportunidade de ascender ao terceiro lugar e somou o nono jogo sem ganhar em todas as competições, enquanto o Benfica B averbou o quarto empate consecutivo e manteve a 16.ª posição na tabela classificativa.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.