André Castro deixou de exercer as funções de diretor desportivo para se tornar administrador da SAD do Leixões, da II Liga de futebol, anunciou hoje o emblema de Matosinhos.

A informação consta de um comunicado publicado na página da SAD no Facebook, voltando desta forma o conselho a ter três elementos, juntando André Castro a Paulo Lopo, presidente, e a Nuno Fernandes, também administrador.

Citado pela publicação, André Castro afirmou que a "aposta do presidente significa uma responsabilidade acrescida, mas, também, uma ainda maior vontade e motivação de trabalhar em prol do Leixões".

André Castro chegou no início da época 2018/19 ao Estádio do Mar, desde logo para assumir a gestão do futebol profissional do Leixões, trabalhando alinhado com Paulo Lopo, tendo depois disso acumulado as funções de diretor desportivo com as de diretor geral.

O Leixões terminou a época 2019/20 no nono lugar, com 33 pontos, um final de época antecipado por força da chegada da COVID-19 a Portugal que cessou grande parte da atividade económica no país e toda a atividade desportiva.

Quando foi encerrada a época desportiva, em março, faltavam disputar dez jornadas da II Liga.

Em Portugal, morreram 1.330 pessoas das 30.788 confirmadas como infetadas, e há 17.822 casos recuperados, de acordo com a Direção-Geral da Saúde.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.