A Beira-Mar SAD anunciou que o acionista maioritário da sociedade, a 32 Group de Majid Pishyar, tem um acordo de venda dos 85 por cento do capital ao grupo multinacional italiano Pieralisi.
Em conferência de imprensa, o advogado da SAD aveirense, Miguel Brandão, avançou que «o futuro é trabalhar, mas trabalhar em conjunto com a direção, pois os dois acionistas não querem estar de costas voltadas e querem devolver o clube à cidade».
«Hoje é o primeiro dia de trabalho do grupo acionista, e não digo investidor porque não vem dizer que o Beira-Mar vai ser o quarto ou quinto de Portugal ou da Europa», sublinhou o advogado, que frisou que «a direção faz parte da solução».
Ainda sem adiantar muitos pormenores, Miguel Brandão garantiu que foi «uma negociação franca, tranquila, de gabinetes, de boa fé», acrescentando que «hoje é um primeiro dia de um novo Beira-Mar e de todos a remar para o mesmo lado».
O advogado da SAD relevou que o treinador-adjunto Carlos André foi uma das «abelhinhas» que trabalhou para que este acordo fosse possível e agradeceu à equipa técnica, ao treinador e aos jogadores por terem sabido ser uma «equipa fechada a polémicas».
Miguel Brandão concluiu dizendo que vão ser conhecidos mais pormenores deste acordo nos próximos dias e deixou palavras de elogio à família Pishyar, sobretudo a Amin Pishyar, por ter sabido entregar o clube a um investidor com um projeto credível.
A 32 Group, detida pelo investidor iraniano Majid Pishyar, deixa a SAD do Beira-Mar após cerca de dois anos e meio em Aveiro e depois de várias polémicas e clivagens com a direção do clube "aurinegro".

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.