Dyego Sousa é o mais recente reforço do Benfica. O antigo avançado do SC Braga ruma à Luz vindo dos chineses do Shenzhen FC, para onde tinha partido na época passada, depois de duas épocas ao serviço dos 'minhotos'.

É mais uma mexida no plantel das 'águias', que tinham começado a mexer-se cedo neste mercado desta inverno e ao segundo dia do ano anunciaram a contratação de Julien Weigl ao Borussia Dortmund, por 20 milhões de euros.

O alemão ficou com contrato válido até 30 de junho de 2024 e com um cláusula de rescisão de 100 milhões de euros.

Mas o médio-defensivo foi apenas a primeira das entradas que ocorreram este mês no plantel das 'águias'.

Elias Pereyra chegou por empréstimo do CA San Lorenzo de Almagro, Yony González deixou o Fluminense e rumou ao Estádio da Luz com um contrato válido até 2024, Derlis Mereles chegou por empréstimo do Rubio Ñu e Diogo Almeida, de 19 anos, que saiu da Capital do Móvel e rumou a Lisboa.

As saídas

Raúl de Tomás foi a grande venda das 'águias' neste defeso. 

O avançado espanhol realizou 17 jogos e assinou apenas três golos que fizeram soar os alarmes na 'Luz', em grande parte devido ao valor despendido pelo Benfica pelo jogador: 20 milhões de euros.

A verdade é que o Benfica conseguiu recuperar o investimento apesar da prestação 'cinzenta' do jogador de 'águia ao peito'.

O Espanhol pagou 20 milhões de euros pelo passe do jogador, um valor que pode aumentar para os 22 milhões mediante o cumprimento de determinados objetivos.

Mas o avançado espanhol não foi o único a deixar um lugar vago no balneário encarnado. Também Gedson rumou a Inglaterra para jogar no Tottenham de José Mourinho, num empréstimo válido por 18 meses, sendo que os 'Spurs' têm a possibilidade de tornar o negócio definitivo, com a opção de compra do jogador.

Fejsa deixou o clube da Luz, seguindo por empréstimo para o Alavés da La Liga. O jogador de 31 anos foi emprestado aos espanhóis até ao final da época, sem opção de compra.

Caio Lucas rumou ao Al Sharjah, dos Emirados Arabes Unidos, por empréstimo de 18 meses e Nuno Santos seguiu para Moreira de Cónegos, num empréstimo válido até ao final da época. 

As dúvidas

Menos certo é Pedrinho , do Corinthians. O Benfica viu a sua primeira proposta recusada - o empresário do jogador, em declarações ao canal Fox Sports Brasil, afirmou mesmo que a proposta tinha sido "muito ridícula" - e o brasileiro está mais longe de rumar a Lisboa.

*artigo atualizado às 15h35 com a confirmação da chegada de Dyego Sousa

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.