O Vitória de Setúbal acredita que a decisão do Conselho de Justiça (CJ) da Federação Portuguesa de Futebol (FPF) será conhecido no início da próxima semana e que esta vai permitir que o clube continue na I Liga de futebol.

Em comunicado publicado esta sexta-feira no seu sítio oficial, o emblema setubalense mostra-se otimista nos argumentos que apresentou para reverter a decisão da Liga de impedir o Vitória de Setúbal de participar nas provas profissionais por incumprimento dos pressupostos necessários.

“Temos a perspetiva de que deverá ser conhecida a decisão deste órgão no início da próxima semana. O Vitória mantém total confiança na força dos argumentos que apresentou e que fez juntar ao processo agora em análise”, lê-se.

No mesmo documento, os vitorianos revelam que o recurso já se encontra na posse do CJ da FPF.

“O Vitória Futebol Clube vem informar os seus sócios e adeptos que o recurso da VFC-SAD relativo à decisão de não licenciamento da equipa de futebol profissional, apresentado na Liga no passado dia 3 de agosto, foi remetido durante esta semana ao Conselho de Justiça da Federação Portuguesa de Futebol, onde se encontra em fase de análise”, referem.

O Vitória de Setúbal deu ainda conta de algumas notícias falsas que estão a circular sobre a decisão do CJ já ter sido tomada e de esta ser desfavorável ao clube sadino.

“Aproveitamos para alertar os adeptos que é do nosso conhecimento estarem a circular, nomeadamente nas redes sociais, supostas imagens de ecrã, adulteradas, publicitando a existência de uma decisão do Conselho de Justiça desfavorável ao Vitória, alegadamente noticiada por órgãos de comunicação social credíveis e insuspeitos”, relatam.

O Vitória de Setúbal contactou os órgãos de comunicação em causa e confirmou que as imagens foram adulteradas, garantem.

“Como tivemos ocasião de confirmar junto das redações destes órgãos de comunicação social, tratam-se de composições de imagem falsas, vulgarmente designadas como 'fake news', cuja publicação tem como objetivo atingir a coesão no seio dos vitorianos”, acusam.

O comunicado termina com uma mensagem aos adeptos, sendo pedido que “aguardem serenamente pelo desfecho real”.

“Aproveitamos para agradecer a elevação que a nossa massa associativa tem revelado em toda esta lamentável situação, em que colocaram um clube que cumpre em novembro 110 anos de história e a disponibilidade das redações dos órgãos de comunicação social afetados por esta lamentável farsa, na pronta resposta e no desmascarar dos reais intuitos de quem está por detrás deste tipo de ações”, vincam.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.