O treinador do Portimonense, Vítor Oliveira, garantiu hoje que os algarvios têm confiança e qualidade para disputarem a vitória com o Marítimo na quarta jornada da I Liga de futebol, embora reconheça que “a tarefa não será fácil”.

Na antevisão à partida de segunda-feira, o técnico assegurou que a equipa está motivada para lutar pela segunda vitória no campeonato e sempre com as expectativas para cada jogo: “Ganhar e somar pontos, uma vez que as classificações se fazem com pontos”.

Vítor Oliveira antevê uma partida difícil, diante de um adversário “europeu”, forte e com larga experiência, embora com alguns pontos menos fortes.

“Estamos convencidos deque temos argumentos para ficar com os três pontos, mas temos de estar ao nosso melhor nível, porque só com todas as nossas capacidades a cem por cento é que poderemos levar de vencida o Marítimo”, frisou Vítor Oliveira.

Para o técnico dos algarvios, a equipa madeirense tem uma boa organização, com princípios de jogo bem definidos e muito consistente defensivamente, mas, como todas as equipas tem pontos menos fortes que podem ser explorados.

“É uma equipa cínica a jogar fora, mas estamos preparados para isso, porque sabemos o que vamos encontrar e como contrariar a qualidade futebolística que o Marítimo tem”, sublinhou.

Vítor Oliveira crê que equipa madeirense “vai apresentar-se na máxima força, apesar da longa viagem à Ucrânia”, onde defrontou o Dínamo de Kiev (derrota por 3-1) na passada quinta-feira, em jogo da segunda mão dos 'play-offs' de acesso à fase de grupos da Liga Europa.

O técnico algarvio desvalorizou as duas derrotas consecutivas sofridas pelo Portimonense diante do Sporting de Braga (2-1) e Rio Ave (2-0), considerando que os resultados são perfeitamente normais.

“São duas derrotas fora absolutamente normais. São resultados que não escandalizam nada e não podemos estar a bater sistematicamente nessa tecla, porque a equipa teve um bom desempenho, mostrou qualidade e capacidade para ombrear com a generalidade das equipas deste campeonato”, destacou o Vítor Oliveira.

Para o técnico as duas derrotas pertencem ao passado e recordou que cada jogo é uma situação nova “que a equipa encara com determinação para disputar os três pontos e assegurar uma boa posição” na tabela classificativa.

“Não vamos pensar no que está para trás, mas sim no que está para a frente”, acentuou.

Vítor Oliveira falou também do ‘mercado de transferências’, assegurando que o clube está atento e reconheceu que “a escolha tem sido muito limitada e não tem sido uma tarefa fácil encontrar e contratar jogadores”.

“As pessoas entendem que o Portimonense não é a melhor solução. Há uma série de jogadores que nos interessavam, mas preferem ir para fora. Temos estado atentos e dentro do que for possível vamos tentar reforçar o plantel até ao último dia, pois pensamos que podem surgir algumas boas oportunidades”, concluiu.

Depois do triunfo em casa diante do Boavista (2-1) na estreia e das derrotas com o Sporting de Braga e Rio Ave, os algarvios procuram a segunda vitória da temporada, frente ao Marítimo, que venceu na receção ao Boavista (1-0) na jornada anterior.

Portimonense, 13.º classificado, com três pontos, e Marítimo, sétimo, com seis, defrontam-se pelas 20:00 de segunda-feira, no Estádio Municipal de Portimão, em partida da quarta jornada da I Liga, que vai ser arbitrada por Vítor Ferreira, da Associação de Futebol de Braga.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.