O treinador do Paços de Ferreira reiterou esta sexta-feira o desejo de garantir a primeira vitória na I Liga de futebol, reconhecendo ser necessário uma equipa a tempo inteiro frente ao Vitória de Setúbal, na sexta-feira.

Em conferência de antevisão ao jogo de abertura da sexta jornada, Vasco Seabra disse ser necessário aproveitar os aspetos positivos da recuperação operada em Tondela, na última jornada, transformando uma desvantagem de dois golos em empate, mas ser, também, uma equipa mais efetiva.

"[Do jogo em Tondela] Retiramos a parte positiva, a nossa reação, a nossa atitude competitiva, mas aquilo que também retiramos é que, se somos capazes de reagir e de jogar nos últimos 25 minutos, também teremos de ser capazes de o fazer durante o jogo todo. Para vencermos, temos de estar 90 minutos ligados", disse Vasco Seabra.

O técnico pacense reconheceu a importância do jogo com o Vitória de Setúbal e insistiu na ideia de um Paços mais ativo e menos reativo, lembrando o compromisso assumido de lutar pela primeira metade da tabela e a vontade de ser a própria equipa a agarrar as coisas.

"Vamos ter um jogo muito importante, não o negamos, e sabemos lidar com isso. O Setúbal é um adversário com qualidade individual, com um treinador de qualidade, uma equipa que apresenta ideia de jogo já vincadas e que vem de um resultado motivador, que lhe retirou um bocadinho a ansiedade da primeira vitória", sublinhou.

Para Vasco Seabra, a vontade de querer fazer tanto pode até deixar os jogadores "um pouco expectantes" e, por isso, o técnico disse ser hora de o Paços se agarrar àquilo que é capaz de controlar, que é o seu comportamento.

"Marcar primeiro é sempre importante, e vamos ter de entrar com toda a determinação", concluiu.

O Paços de Ferreira, 15.º classificado com três pontos, e o Vitória de Setúbal, oitavo com seis, defrontam-se no estádio Capital do Móvel, na sexta-feira, a partir das 20:30, num jogo que terá arbitragem de Vítor Ferreira, da associação de Braga.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.