O Benfica visita, este domingo, o Paços de Ferreira em jogo da 19.ª jornada da liga portuguesa. Os encarnados são líderes isolados e apesar de a deslocação à Mata Real ser tradicionalmente complicada, há quase dez anos que as águias não conhecem o sabor da derrota em Paços de Ferreira.

Foi na época de 2005/2006 o último desaire do Benfica na Mata Real, ano em que o Benfica de Koeman saiu da Capital do Móvel sem pontos e batido pelo resultado de 3-1.

No ano seguinte o Benfica empatou a uma bola na casa dos castores, mas desde então não conhece outro resultado senão a vitória, com alguns resultados folgados e outros mais tangenciais, como na época passada, em que Lima marcou os dois golos da vitória por 2-1.

Este ano o jogo decorre numa altura em que o Benfica vive o seu melhor período e em que os castores procuram recuperar do péssimo início de temporada e que ainda se faz sentir na classificação, em que os pacenses ocupam o penúltimo lugar, apenas à frente do Olhanense. Já o Benfica está no outro extremo da tabela. Os encarnados lideram isolados a liga portuguesa, jogam o melhor futebol da época e chegam à Mata Real com o moral em alta depois de terem batido sem mácula o Sporting por 2-0, no eterno clássico do futebol português.

Este encontro antecede o regresso do Benfica às competições europeias, onde o Benfica vai defrontar os gregos do PAOK Salonica em jogo dos 16 avos de final da Liga Europa, na próxima quinta-feira. Ainda assim, Jorge Jesus não deverá proceder a grandes poupanças no onze encarnado, sendo certo que terá de mexer no meio-campo, já que Enzo Pérez viu o quinto amarelo frente aos leões e cumprirá um jogo de castigo. Ruben Amorim é a opção mais provável para ocupar o lugar do argentino.

O jogo entre Paços de Ferreira e Benfica está marcado para o próximo domingo, às 17h00, no Estádio da Mata Real.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.