Vahid Halilhodzic, selecionador de Marrocos, falou ao jornal A Bola sobre o 'renascimento' de Adel Taarabt como futebolista, depois de uma fase mais conturbada da carreira.

"Só tenho coisas boas a dizer dele", começou por dizer o técnico. "Tinha uma imagem completamente diferente dele. Conheci alguns episódios e discussões dele. Acompanho-o desde que foi para Inglaterra. E percebi que mudou para melhor. Todos o adoram", refere.

No comando da seleção de Marrocos desde 15 de agosto de 2019, Vahid Halilhodzic disse que viu alguns jogos do Benfica e quis "avaliar pessoalmente" o médio.

"Todos sabemos que tem talento, mas também o vi envolvido em missões mais defensivas e desconhecia essas qualidades. No Benfica joga num posicionamento interessante. Mantém as qualidades ofensivas e quis saber mais dele", justifica.

Na primeira conversa com Taarabt, Halilhodzic descobriu "um novo homem". "Disse-me que refletiu sobre os erros e que compreendeu que tinha de mudar e não podia continuar da mesma forma sob o risco de perder a carreira. Compreendeu que tem de trabalhar e esforçar-se para confirmar o talento que todos lhe reconhecem. Era um rapaz instável. Prejudicou-se a ele próprio com os erros que cometeu", admitiu.

Halilhodzic considera que, hoje, Taarabt "é um homem novo, muito maduro e tranquilo": "Compreendeu o que é importante e quer recuperar o tempo perdido."

A concluir, o selecionador garantiu que o médio do Benfica ainda "está a tempo" de fazer mais. "Tem muitos anos pela frente. Espero que ainda melhore", vincou.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.