Esta quarta-feira, na véspera do fecho de mercado, Pablo Del Río, agente de Marcos Acuña, confirmou que o Zenit e o Boca Juniors fizeram propostas ao Sporting pelo argentino. No entanto, a janela de transferências fechou e o lateral continua em Alvalade... pelo menos para já.

"A oferta do Boca Juniors é real, pode ter a sua chance. Estamos a falar e nada está descartado, nem a do Zenit porque o mercado de transferências na Rússia fecha a 22 de fevereiro e o clube não tem pressa", disse na quarta-feira, em declarações à "Radio Rivadavia".

Apesar de real, a oferta do Boca Juniors foi recusado pelos responsáveis de Alvalade. O clube argentino fez uma proposta de 15 milhões de euros por Acuña, segundo 'A Bola', mas o Sporting não aceitou e preferiu esperar por uma eventual proposta dos russos.

Por seu lado, o interesse do Zenit já não é recente. Os russos fizeram a primeira abordagem aos 'leões' em dezembro e apresentaram uma proposta de 15 milhões de euros, mais bónus, mas o Sporting recusou. Numa segunda oferta, os russos ofereceram 16 milhões, mais dois por objetivos, e ainda numa terceira proposta aumentaram para quatro milhões por objetivos. O Sporting recusou todas com o objetivo de subir para os 18 milhões fixos.

Fechado o mercado de transferências na Europa e na Argentina, o Boca Juniors deixou de ser hipótese e a única porta aberta para Acuña passa a ser o Zenit. Os russos recuaram com as sucessivas recusas do Sporting, mas o mercado na Rússia só fecha a 22 de fevereiro e até lá o argentino ainda pode sair de Alvalade.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.