O relatório e contas da SAD do Sporting relativo ao exercício terminado em junho deste ano foi aprovado hoje de madrugada em Assembleia-Geral (AG), por ampla maioria, assim como o aumento da remuneração dos administradores.

A imprensa nacional avançou, no entanto, que apesar da aprovação das propostas, Frederico Varandas teria sido alvo de contestação por parte dos adeptos sportinguistas.

Em comunicado, o Sporting reagiu a esses rumores e garantiu que houve apenas um "clima de elevação e participação plural".

Como já tinha sido revelado por Francisco Salgado Zenha, o Sporting reforçou ainda que os admnistradores da SAD recusaram o aumento salarial.

Confira o comunicado na íntegra:

"A Sporting Clube De Portugal - Futebol, SAD no seguimento das deliberações da Assembleia Geral de accionistas realizada a 1 de Outubro de 2019 vem clarificar os seguintes pontos:

1. As propostas apresentadas pelo Conselho de Administração da Sociedade – ‘Aprovação do Relatório e das Contas relativos ao exercício findo em 30 de Junho de 2019’ e ‘Aprovação da proposta de aplicação de resultados’ – foram aprovadas por larga maioria (mais de 99% dos votos);

2. A proposta apresentada pela Comissão Accionista sobre a política de remuneração dos titulares dos órgãos sociais da Sociedade para o exercício de 2018/2019 foi aprovada, mas os membros da Comissão Executiva, como já tinham feito saber, abdicaram do aumento da sua remuneração fixa.

3. Aprovadas foram também as deliberações ‘sobre a eleição de dois administradores para o Conselho de Administração’ e ‘sobre a eleição de um membro efectivo e de um membro suplente do Conselho Fiscal’ até ao final do mandato em curso.

A Sporting Clube de Portugal - Futebol, SAD gostaria ainda de destacar o clima de elevação e participação plural com que decorreu a AG exemplo da vitalidade do clube"

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.