O FC Porto isolou-se hoje na liderança provisória da I Liga portuguesa de futebol, ao vencer por 3-2 no estádio do Sporting de Braga, virando o resultado no jogo da 27.ª jornada com dois golos de grande penalidade.

No final do encontro, Tiquinho Soares, que marcou dois dos três golos dos 'dragões' analisou o resultado.

"Foi difícil estar atrás no marcador. Como disse, valeu o espírito de sacrifício. Estou muito feliz pelos golos e ainda mais pelos três pontos", disse o jogador do FC Porto.

Questionado sobre o resultado ao intervalo, Soares admitiu: "Não podemos entrar como entrámos. Sofremos logo no início da 1.ª parte e na 2.ª parte. Tentámos voltar bem, mas sofremos. Fomos felizes ao sair daqui com os três pontos frente a uma grande equipa."

Quanto ao sangue frio a bater penáltis, o jogador disse que "é trabalho. Todos trabalhamos para isto. Estou feliz pelos golos, mas estou ainda mais pelos três pontos. Quero agradecer também aos adeptos pelo apoio."

Depois do segundo golo, Soares foi abraçar o colega de equipa Alex Telles e explicou porquê. "Ele saiu lesionado e não sei o que foi ainda. Ele merece tudo de bom e o golo foi para ele. Luta pelo título: Seguimos passo a passo rumo ao nosso objetivo. Estamos todos felizes pelos três pontos", referiu.

O FC Porto totaliza agora 66 pontos, mais três do que o rival Benfica, que recebe hoje o Tondela, 16.º e antepenúltimo classificado.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.