O treinador Silas defendeu hoje que um empate do Belenenses frente ao Rio Ave, em jogo da 30.ª jornada da I Liga de futebol, “não seria mau de todo”, mas frisou que o objetivo é a vitória.

Sem vencer há cinco encontros para o campeonato, os ‘azuis’ recebem no sábado os vila-condenses, no Estádio Nacional, em Oeiras, um desafio que, segundo Silas, pode ser mais determinante para a equipa de Daniel Ramos, face ao calendário complicado até final da temporada.

“Uma vitória deixa praticamente afastado [o Rio Ave de poder igualar o Belenenses]. São jogos difíceis para eles e o próprio empate não é mau de todo para nós, mas não jogamos para o empate. Temos muitos empates, mas nesses estivemos sempre mais próximos de ganhar do que de perder”, declarou o técnico, em conferência de imprensa.

Sobre o adversário de sábado, Silas “não espera grandes alterações” no ‘onze’ titular do Rio Ave e deixou elogios à equipa que foi criada para disputar as competições europeias.

“Não me surpreendeu [a vitória frente ao Vitória de Guimarães, na última jornada], tendo em conta os jogadores que têm. A equipa do Rio Ave foi construída para ir à Liga Europa e disputá-la. O Rio Ave pode ir a qualquer campo ganhar”, explicou.

Disputar a Liga Europa na próxima época é um objetivo que continua ao alcance do Belenenses e, como tal, Silas assegurou que a sua equipa vai dar tudo para conseguir atingir essa meta.

“A Liga Europa foi imposta por nós, pelos nossos resultados e, se tivermos possibilidade, lutaremos por esse lugar europeu. Vamos lutar até ao limite”, garantiu.

Frente ao vila-condenses, o Belenenses não vai poder contar com o defesa Nuno Coelho e os avançados Kikas, Nico Velez, Henrique Almeida e Tiago Caeiro, todos lesionados.

No sábado, o Belenenses, sétimo classificado da I Liga, com 40 pontos, recebe o Rio Ave, nono, com 35, no Estádio Nacional, em Oeiras, pelas 15:30, num encontro referente à 30.ª ronda do campeonato.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.