Marega, que passou pelo Vitória de Guimarães antes de se transferir para o FC Porto, pediu para abandonar a partida no D. Afonso Henriques depois de ter sido vítima de insultos racistas. O avançado portista marcou o 2-1 e os adeptos do V. Guimarães não gostaram dos festejos do maliano.

"O que tenho a dizer, perdoem-me de eu falar do jogo, da dinâmica, das substituições. O jogo passa para segundo plano. Estamos completamente indignados com aquilo que se passou. Sei da paixão que existe aqui no Vitória pelo clube, mas a maior parte dos adeptos não se revê na atitude de algumas pessoas que estavam hoje na bancada a insultar desde o aquecimento o Moussa. Nós somos uma família independentemente da nacionalidade, da cor da pele, da altura, da cor do cabelo. Nós somos uma família. Somos humanos. Merecemos respeito. O que se passou aqui é lamentável. Lamentável.", disse Sérgio Conceição na zona de entrevistas rápidas da Sport TV.

O FC Porto ficou hoje a um ponto do líder Benfica, ao vencer em casa do Vitória de Guimarães, por 2-1, em jogo da 21.ª jornada da I Liga portuguesa de futebol.

O guarda-redes Douglas (10 minutos), na própria baliza, e Moussa Marega (60) marcaram os golos dos 'dragões', com Bruno Duarte (49) a fazer o tento dos vimaranenses, num encontro que esteve interrompido alguns minutos, devido a alegados insultos racistas ao autor do segundo golo portista.

Um dia depois de o Benfica ter perdido com o Sporting de Braga (1-0), o FC Porto reduziu para um ponto a diferença para o líder Benfica, que tem 54, enquanto o Vitória de Guimarães segue na oitava posição, com 28.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.