O FC Porto isolou-se hoje na liderança provisória da I Liga portuguesa de futebol, ao vencer por 3-2 no estádio do Sporting de Braga, virando o resultado no jogo da 27.ª jornada com dois golos de grande penalidade.

O jogo:

"O Braga é uma equipa com qualidade individual, coletivamente esteve mais recuada, formou ali uma linha de cinco, por vezes a bloquearem o nosso jogo na largura. Tínhamos de encontrar circulação mais rápida, tínhamos de encontrar caminhos para a baliza. Entrámos mal no jogo nas duas partes e sofremos dois golos. No resto a equipa mostrou vontade e muito caráter, as substituições foram feitas a pensar naquilo que tinha de fazer e correu bem. Foi extremamente competitivo, duas boas equipas e pudemos afirmar-nos perante o quarto grande, que é uma excelente equipa".

Substituições:

"A entrada do Brahimi foi importante, como foi a do Manafá e a do Fernando. Tentei dar à equipa algo mais em busca da vitória".

Festejo:

"Isto tem a ver com estas duas semanas, só tivemos nove jogadores durante grande parte do tempo, a maior parte não estava cá, alguns chegaram há dois dias. Juntar a equipa, focá-los e passar a mensagem de que todos os jogos são decisivos. Eu percebo alguma intranquilidade, mas esta vontade dos adeptos de ganhar sempre não é menor do que a nossa. Senti alguns adeptos a não apoiarem e a criticarem. É importante estarem todos juntos, o meu festejo para os adeptos foi para o lado contrário ao das claques do FC Porto, que festejaram do primeiro ao último minuto".

Alex Telles:

"Penso que não será nada de positivo, vamos avaliar, amanhã já saberemos mais ao pormenor o que se passa".

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.