Esteve para deixar o Benfica na início da temporada, mas Haris Seferovic acabou por ficar e assim contribuir com 23 golos para a conquista do 37ª título de campeão.

“Acabou bem, mas não foi fácil, pois estivemos com sete pontos de atraso. Como sempre dissemos, encarámos jogo a jogo, para no final vermos como ficavam as contas. Estamos todos contentes com a conquista do título”, disse o suíço em entrevista à TVI.

O suíço falou ainda da importância da confiança depositada por parte do treinador Bruno Lage.

“O mister mudou a equipa para 4x4x2, e depois falou connosco para pensarmos jogo a jogo e para trabalharmos diariamente. Queríamos ganhar, ficar em primeiro lugar, e conseguimos. O mister deu-me confiança, mesmo se estivesse dois ou três jogos sem marcar. Deu-me confiança para crescer, trabalhar em prol da equipa. Se marcasse ficava contente, se não marcasse também ficava, pois em primeiro lugar está a equipa, e só depois estou eu. O mister deu-me a confiança que eu precisava. Foi isso que mudou com Bruno Lage”, explicou, aproveitando para comentar sobre a saída de Rui Vitória.

“Não sei. A vida é mesmo assim: às vezes as coisas correm bem, outras vezes não. Tens de lutar até ao fim, e foi isso que eu fiz. Mostrei que queria jogar, ajudar a equipa. Rui Vitória é muito boa pessoa, também falava comigo, não tenho nada a dizer contra ele. Colocava o onze que entendia, e eu respeitava.”

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.