Declarações do treinador do SC Braga, Ricardo Sá Pinto, à Sport TV, após a derrota do Braga frente ao Paços de Ferreira.

Justificações para a derrota: "O Braga não tem duas caras, tem só uma. Mais uma vez fomos melhores do que o adversário e temos muitas oportunidades de golo. Mais uma vez o guarda-redes que veio foi o melhor em capo. A diferença da Liga Europa para aqui é que lá temos arbitragens competentes, aqui não. Este é o lance mais escandaloso da Liga até agora. Como é que não foi marcada falta sobre o Galeno na jogada que acaba com o golo do Paços de Ferreira? Foi decisivo. Quando existe uma nuvem de bipolaridade, sofrer um golo desta forma deixa-nos tristes, mas os jogadores foram guerreiros".

Arbitragem é o culpado dos resultados do Braga na Liga? "Não vou dizer que são todos. Acho que a maior parte das vezes temos tido sempre superiores. O jogo da semana passada foi difícil, com muitas paragens. Hoje acho que fomos melhor em tudo e esse golo condicionou a nível emocional, mas mesmo assim os jogadores foram fortes e acreditaram. Exceto nos últimos cinco minutos, que é o desespero. Fomos pressionados por uma injustiça muito grande, que aconteceu hoje aqui".

Contestação dos adeptos: "É normal. Os adeptos gostam de ganhar, especialmente num clube como o Braga que está habituado a ganhar. A minha responsabilidade é ganhar e não fujo dela. Este ano estamos em primeiro na Taça da Liga, estamos na Taça de Portugal. Na Liga Europa já entraram cerca de 10 milhões de euros, que são importantes para o cofre e vida do clube. Agora, no campeonato, o objetivo é o quarto lugar e estamos dentro do objetivo. Não é fácil para um clube como o nosso ter a quantidade de jogos que temos tido. Ninguém está bem em todas as competições. Hoje não tivemos os pontos que merecíamos e eram necessários."

Situação pessoal difícil: "Eu sinto-me capaz de ajudar a equipa. Tem de falar com o presidente. Eu serei sempre parte da solução".

O Paços de Ferreira voltou, este domingo, às vitórias ao vencer na 14.ª jornada da I Liga de futebol por 1-0 no terreno do Sporting de Braga, que somou o segundo desaire seguido. O brasileiro Douglas Tanque marcou o seu quinto golo na competição, aos 38 minutos, e assegurou o regresso aos triunfos dos pacenses, após duas derrotas consecutivas.

Mesmo assim, o Paços de Ferreira permanece na 17.ª e penúltima posição, com 11 pontos, menos um do que o Portimonense, primeira equipa acima da zona de despromoção, enquanto o Sporting de Braga caiu para o nono posto, com os mesmos 18 de Tondela e Boavista.

Veja o resumo do jogo

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.