O presidente do Marítimo, Carlos Pereira, disse hoje que ainda deverá chegar um avançado ao clube da I Liga portuguesa de futebol e que os 'verde rubros' poderão fazer vendas no atual mercado de transferências.

"O Marítimo tem sido dos clubes que mais circula os seus ativos nos últimos anos e não vamos deixar de fazer alguma circulação. Provavelmente irá acontecer e, se acontecer, poderá haver mais uma ou outra entrada em função das saídas", admitiu, na apresentação do defesa-central brasileiro Lucas Henrique da Silva, mais conhecido como Lucas 'Áfrico'.

Jogadores como Pablo e Joel têm sido referidos na imprensa desportiva como possíveis saídas do clube madeirense e Carlos Pereira reconheceu que tudo é possível.

"O plantel está sempre aberto e os plantéis vão-se movimentando em função da oferta e da procura. Nós temos algumas solicitações, mas nenhuma confirmação. O mercado vai abrir daqui a dias e tudo poderá acontecer", comentou.

O presidente 'verde rubro' voltou a referir que a nova época está "preparada" e que haverá "mais uma novidade", com a chegada de um avançado.

"O nosso trabalho é preparar a equipa para a próxima época para que a equipa técnica tenha condições de trabalho. É verdade que podíamos dar muito mais se nós tivéssemos para dar. Como não temos para dar e o nosso lema é sempre a credibilidade e a estabilidade financeira, damos aquilo que é possível dar", acrescentou.

Carlos Pereira alertou que não quer "dar um passo maior do que a perna", para evitar a "célebre frase" de falência técnica e revelou o que é hábito dizer às contratações.

"Eu costumo dizer aos atletas que eles assinam mais papel do que o dinheiro que levam, mas tenho a certeza que no próximo levarão muito mais dinheiro do que o papel que assinarem", afirmou.

O Marítimo já contratou para a nova época Lucas Áfrico, Josip Vukovic, Leandro Barrera, Abdullah Aljoui e Marcão.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.