O antigo árbitro Pedro Henriques quebrou o silêncio e falou pela primeira vez acerca das declarações de António Salvador após a meia-final da Taça da Liga, quando o presidente bracarense disse que o juiz era avençado do Sporting.

O agora comentador de arbitragem referiu, no canal de de YouTube 'Fora de jogo', que a colaboração com os 'leões', entretanto terminada por Fredrico Varandas, era algo público e que apenas falava sobre questões relacionadas com regulamentos ou normas, num âmbito de formação aos planteis.

"Em todas as instituições com quem colaboro todos sabem das minhas ligações profissionais. (...) Nunca nada esteve escondido. A propósito da minha colaboração com o Sporting isso é tão tornado público que 2012, quando falei com a equipa, no final prestei declarações à Comunicação Social e todos souberam o que fui lá fazer. A última vez que estive com uma equipa de futebol profissional da Primeira Liga foi em agosto de 2017, em que fui falar sobre vídeo-árbitro à Academia à equipa liderada por Jorge Jesus. Apenas sobre isso. De lá para cá, como anteriormente, tudo o que é formação, equipas Bês e futebol feminino tem sido essa a minha missão ao nível de diversas instituições e diversos clubes onde vou quando me solicitavam, falar de normas e regulamentos, relações árbitro-jogador, pedagogia, fair play... Em 95% dos meus trabalhos com diversas instituições é sobretudo ao nível da arbitragem com formação", afirmou.

Pedro Henriques confirmou ainda que deixou de trabalhar com a Sport TV, canal televisivo onde era comentador de arbitragem.

"Em torno desta situação gerou-se algum desconforto da parte da Sport TV, que compreendo, pois para eles é menos confortável que eu possa continuar a falar sobre casos do jogo. Agradeço à Sport TV. Estou convicto do que fiz e do que não fiz. Tinha condições para continuar mas percebendo esse desconforto entendo essa decisão", atirou.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.