O Olhanense e a seleçcão angolana de futebol empataram hoje 0-0, em Alverca, num encontro de preparação descolorido, com escassas situações de golo e com as equipas a revelarem ainda poucos processos de jogo.

Aos 39 minutos, depois de algum ascendente dos “Palancas Negras”, Yontcha visou a baliza angolana pela primeira vez com perigo.

Wilson travou o remate do avançado do Olhanense, mas não segurou a bola, que sobrou para Nuno Piloto voltar a rematar contra o corpo do guarda-redes da selecção angolana, que realiza um estágio em Portugal, no âmbito do qual defronta o Uruguai na quarta-feira, no Estádio do Restelo, em Lisboa.

O colectivo de Daúto Faquirá soltava-se mais, depois de ter permitido algum ascendente dos angolanos, que tiveram a única oportunidade no primeiro tempo nos pés de Geraldo, que, aos 13 minutos, forçou a defesa apertada de Moretto.

Apenas aos 52 minutos o Olhanense voltou a visar a baliza de Wilson, com Jorge Gonçalves, num livre directo em posição frontal, a endossar a bola à trave.

Enquanto Angola, treinada pelo francês Hervé Renard, quebrou um pouco com as muitas substituições, o Olhanense pareceu dar mostrar de querer desfazer a igualdade e, aos 52 minutos, Djalmir encontrou Jorge Gonçalves na área, mas este falhou o remate, atrapalhando-se com a bola.

Com as substituições, o jogo continuou sem motivos de interesse até final, sendo apenas animado por um lance de José, aos 75 minutos: o avançado angolano entrou na área pelo flanco esquerdo e rematou forte, com a bola a sair pela linha de fundo após tabelar no poste direito.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.