Os três grandes já começaram a pré-época. O primeiro foi o Benfica, a 28 de junho, seguiu-se o FC Porto, 2 de julho, e por último o Sporting, esta terça-feira. Entre entradas, saídas e promoções, as alterações nos plantéis são muitas.

Benfica

Os 'encarnados' fizeram o primeiro treino da temporada no Estádio da Luz, onde Rui Vitória contou com 30 jogadores. Krovinovic e Rafa foram as principais ausências do treino, visto que ainda estão a recuperar de lesões. De referir, contudo, que o extremo já trabalhou integrado esta terça-feira.

Na baliza, o Benfica conta, por enquanto, com quatro nomes: um de saída, um para ficar, um regressa de empréstimo e outro é reforço.

Bruno Varela foi a primeira opção para a baliza na época passada mas as últimas notícias dão conta de que o guarda-redes de 23 anos pode estar de saída da Luz. Segue-se Svilar, que ao que tudo indica, será o escolhido de Rui Vitória para a baliza nesta temporada. A ele juntam-se André Ferreira - que esteve cedido ao Leixões - e Vlachodimos - contratado ao Panathinaikos.

Na defesa, Rui Vitória tem onze elementos. André Almeida, Jardel, Luisão e Grimaldo são os veteranos dos 'encarnados'. A eles juntam-se Alex Pinto (da equipa B), Lisandro (volta do empréstimo ao Inter de Milão), Yuri Ribeiro (volta do empréstimo ao Rio Ave), Ebuehi (chega do Den Haag), Conti (chega do Colón) e Lema (chega do Belgrano).

Para o meio-campo, o treinador das 'águias' tem à sua disposição quinze jogadores. Fejsa, Samaris, Zivkovic, Pizzi, Keaton Parks, Krovinovic, Salvio e Cervi já estavam à disposição de Rui Vitória na época passada. Chegam agora Carrillo (volta do empréstimo ao Watford), Chiquinho (chega da Académica), João Amaral (chega do Vitória de Setúbal), David Tavares (da equipa B), Gedson (da equipa B). Ola John (da equipa B) e Heriberto (da equipa B).

No ataque, há seis nomes ao dispor do Benfica. Seferovic e Jonas são os únicos que transitam da temporada anterior. A eles vão juntar-se Castillo (chega do Pumas), João Félix (da equipa B) e Ferreyra (chega do Shkhtar Donetsk).

As 'águias' perderam seis jogadores neste mercado: Paulo Lopes (acabou a carreira), Douglas (volta ao Barcelona), Eliseu (acabou o contrato), João Carvalho (transferido para o Nottingham Forest), Raúl Jiménez (emprestado ao Wolverhampton) e Diogo Gonçalves (emprestado ao Nottingham Forest).

FC Porto

Os 'azuis e brancos' deram o pontapé de saída para a época 2018/2019 no Olival, onde Sérgio Conceição teve 24 elementos ao seu serviço.

Na baliza, o FC Porto tem quatro alternativas: Iker Casillas, José Sá, Vaná e Fabiano, todos vindos da época anterior.

Para a defesa, Sérgio Conceição tem onze elementos. Maxi Pereira, Alex Telles, Diogo Leite, Diogo Queirós, Oleg Reabciuk, Felipe e Osório já faziam parte do plantel portista. As novidades são João Pedro (chega do Bahia), Saidy Janko (chega do Saint-Étienne), Chidozie (volta do empréstimo ao Nantes) e Layún (volta do empréstimo ao Sevilha).

Os 'dragões' têm ainda uma dezena de jogadores para o meio-campo. Danilo, Luizão, Óliver Torres, Otávio, Paulinho, Sérgio Oliveira, Bruno Costa, André André e Herrera voltaram ao trabalho com Mikel (volta do empréstimo ao Bursaspor).

No ataque, Sérgio Conceição tem Waris, Marega, Brahimi, Aboubakar, Corona, Gonçalo Paciência, Hernâni, Soares,  André Pereira (volta do empréstimo ao Vitória de Setúbal), Galeno (volta do empréstimo ao Portimonense) e Adrián López (volta do empréstimo ao Deportivo).

De saída dos 'dragões' estão Ricardo Pereira (transferido para o Leicester), Diogo Dalot (transferido para o Manchester United), Ivan Marcano (transferido para a Roma) e Reyes.

Sporting

Depois de um final de época atribulado, o Sporting foi o último dos três grandes a regressar ao trabalho e foi aquele que sofreu mais alterações, desde a saída de Jorge Jesus à rescisão de nove dos jogadores da época passada.

Ao contrário de Benfica e FC Porto, os 'leões' trocaram de treinador - saiu Jorge Jesus e entrou José Peseiro.  Também na baliza houve alterações. Depois da saída de Rui Patrício, os 'leões' compraram Viviano da Sampdoria para se juntar a Salin e Luís Maximiano.

Na defesa, Peseiro vai contar com treze jogadores. Piccini, Ristovski, André Pinto, Coates, Mathieu, Merih Demorail e Lumor são os sobreviventes da época passada. A estes juntam-se Bruno Gaspar (chega da Fiorentina), André Geraldes (volta do Belenenses), Marcelo (chega do Rio Ave), Domingos Duarte (volta do Desportivo de Chaves), Jonathan Silva (volta da Roma) e Jefferson (volta do Sporting de Braga).

Para o meio campo, há uma dezena de alternativas. Petrovic, Misic, Wendel, João Palhinha e Bruno Cesár são as caras conhecidas dos sportinguistas que vão poder ver ainda Francisco Geraldes (volta do Rio Ave), Ryan Gauld (volta do Desportivo das Aves), Wallyson Mallmann (volta do Vitória de Setúbal) e Mattheus Oliveira (volta do Vitória de Guimarães) e Jatobá (chega do Dunav Ruse).

Por fim, no ataque, José Peseiro tem oito jogadores. Doumbia, Marcos Acuña, Fredy Montero já faziam parte da equipa na época 2017/2018. As novidades são Gelson Dala (volta do Rio Ave), Matheus Pereira (volta do Desportivo das Chaves), Raphinha (chega do Vitória de Guimarães), Carlos Mané (volta do Estugarda) e Luc Castaignos (volta do Vitesse).

Das dez saídas, nove são por rescinsão por justa causa (Rui Patrício, William Carvalho, Gelson Martins, Bruno Fernandes, Ruben Ribeiro, Rafael Leão, Bas Dost, Podence e Battaglia), a exceção é Fábio Coentrão (voltou ao Real Madrid).

Mesmo entre entradas, saídas e promoções, estas equipas ainda não são definitivas e ainda há jogadores que podem sair visto que o mercado de transferências só fecha a 20 de setembro.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.