A comitiva do Benfica foi recebida esta segunda-feira na Câmara Municipal de Lisboa, dois dias depois da conquista do 37.º título de campeão nacional de futebol.

No discurso nos Paços do Concelho, Luís Filipe Vieira destacou a importância da conquista do 37.º título, elogiou Bruno Lage assim como os treinadores da formação do clube, e não esqueceu Rui Vitória.

"O campeão voltou aqui à praça do Município. Dando continuidade a esta maré vermelha de festejos, de apoio impressionante por Portugal e um pouco por todo o Mundo. Festejos que provam que os momentos difíceis nos uniram como nunca. É caso para dizer: 'Aqui está a razão por que ninguém pára o Benfica'. Temos nesta cidade fantástica a nossa origem e raiz, mas o amor ao Benfica existe em Portugal e no Mundo, afirmando-se cada vez mais como uma marca global, com adeptos em todo o Mundo", começou por dizer o presidente das 'águias'.

"Esta vitória é também da juventude e da aposta no futuro. Um clube que está vivo, sólido e com um rumo claro. Que nos vai trazer muito mais vezes a esta praça. Agradeço também o apoio de sócios e adeptos, ficando para sempre na memória. Sobretudo nesta segunda volta. O espírito entre adeptos e equipa, sobretudo nos momentos difíceis, as vitórias sobre os rivais, os números, fazem desta vitória uma das mais saborosas de sempre. Uma vitória clara e inequívoca que premeia a melhor equipa deste campeonato. Ganhámos para nós e por nós. Aqui está a taça. A reconquista foi feita", exultou.

"Este clube é grato por todos aqueles que o serviram. Quero deixar uma palavra de agradecimento ao Rui Vitória, que venceu e nos acompanhou a comemorar dois títulos aqui. A reconquista foi feita pelos jogadores, que mesmo quando a liderança parecia distante, deram exemplo de raça e qualidade. Merecem todo o nosso elogio e agradecimento. Quero agradecer o trabalho dos treinadores de formação. Prioridade que assumimos desde cedo para o nosso Benfica. Veja-se o jogo de domingo, quatro titulares e três suplentes foram formados no Seixal", vincou.

"Quero também deixar uma palavra ao Bruno Lage, também ele jovem e produto do Seixal. Em nome de todos fica o elogio e agradecimento pelo enorme trabalho realizado. Uma aposta da qual nos orgulhamos, mas que para alguns até parece que veio do nada. A sua escolha resulta no trabalho feito no Seixal e de toda a estratégia definida. Desde o início personificou os valores do clube. Os políticos que se cuidem, que pelo discurso no Marquês Lage consegue passar uma mensagem a que ninguém fica indiferente. Mas fiquem descansados, que vai ficar connosco por muitos e bons anos", garantiu.

A terminar, Luís Filipe Vieira manifestou a ambição de levar o clube mais longe nas competições europeias: "Reconquista consumada, reforçámos a hegemonia no futebol português, ganhando cinco em seis títulos nos últimos anos. Repito, cinco em seis. Definimos o rumo e estratégia. Só através dos jovens formados no Seixal poderemos partir para uma conquista europeia. Sim, temos como ambição e objetivo para os próximos anos consolidar a hegemonia em Portugal e ganhar uma competição europeia."

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.