O treinador do Boavista, Lito Vidigal, foi suspenso por 16 dias segundo o mapa de castigos da Liga revelado esta terça-feira por "protestos e atitude incorreta para com a equipa de arbitragem".

Em causa estão as "instruções permanentes" de Lito Vidigal à sua equipa durante o encontro com o Feirense da 20º jornada do campeonato nacional, na presença dos treinadores adjuntos da equipa.

A atitude de Lito Vidigal valeu uma multa de 2391 euros ao clube, tudo porque foi inscrito pelo Boavista como delegado visto que a rescisão do técnico com o Vitória de Setúbal ainda não tinha sido oficializada.

"O agente foi considerado expulso porque após uma decisão da equipa de arbitragem saltou, gesticulou e entrou no terreno de jogo, não tendo sido possível à equipa de arbitragem ouvir as palavras proferidas pelo mesmo", pode ler-se no mapa de castigos do Conselho de Disciplina da FPF.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.