A namorada de Julian Weigl, Sarah Richmond, apresentadora na televisão alemã RTL, contou em declarações aquele canal televisivo os momentos de pânico vividos pelo médio internacional germânico do Benfica no momento do ataque com pedras ao autocarro das 'águias', na noite de quinta-feira, após o empate sem golos com o Tondela no Estádio da Luz, no regresso dos 'encarnados' à competição.

"O Julian está bem, dentro do possível. Devido ao impacto da pedra no vidro ficou com pedaços no olho, que tiveram de ser retirados no hospital. Mas já está bem, foram lesões superficiais, por isso não teve de ficar internado", começou por confirmar Sarah.

A jornalista revelou que no preciso momento do ataque estava ao telefone com Weigl. "Estávamos ao telefone no momento do ataque quando ele, de repente, começou a gritar. Eu, claro, fiquei em choque. Percebi que havia muita confusão e ouvi alguém a dizer-lhe 'Julian, não abras os olhos!'", relatou.

Sarah Richmond explicou que foi, depois, outro elemento da comitiva das 'águias' a explicar-lhe o que se estava a passar. "Continuei ao telefone a tentar ouvir alguma coisa e um membro do staff disse-me para não me preocupar, que uma pedra tinha entrado no autocarro e ligar-me-ia pouco depois. Fiquei confusa durante os 10 minutos em que fiquei à espera da minha chamada", disse.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.