José Eduardo, antigo jogador do Sporting, disse esta sexta-feira, em entrevista à Rádio Renascença, que o clube de Alvalade atingiu o "ponto de não retorno" e diz que a direção liderada por Frederico Varandas "tem feito tudo para desunir o Sporting."

"Frederico Varandas, nitidamente, conforme disse Sousa Cintra, não tem jeito para isto. Ou seja, não tem jeito para presidir a um clube com a dimensão do Sporting. Ao contrário do 'slogan' deles, que era unir o Sporting, eles têm feito tudo para desunir o Sporting", afirmou José Eduardo.

"O que está a acontecer significa que esta direção não tem condições. O que vem a seguir é que é o problema. É que também não é desejável que esta direção se demita, porque, depois, entramos outra vez num vazio e esse vazio não sei se é pior, mas, pelo menos, é igualmente mau a esta legislatura desta direção", acrescentou o antigo jogador dos leões.

José Eduardo salientou ainda que está "envergonhado com a atitude de alguns consócios" na Assembleia-Geral desta quinta-feira.

"Sousa Cintra, Marta Soares e mais um punhado de heróis sacrificaram-se pelo Sporting, numa altura crítica. Foram 'pro bono', sem ganharem um tostão, ainda a meterem dinheiro . É muito, muito triste que, numa assembleia geral de sócios do Sporting CP, não o tenham deixado falar", finalizou.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.