Jorge Jesus acredita que no futuro irá treinar um clube europeu ao nível do Real Madrid, e vincou a sua convicção de assumir o comando técnico de um emblema com ambições europeias numa recente entrevista ao canal árabe Al Arabya TV.

"Neste momento, não tenho qualquer oferta. Eu e o meu agente [Pini Zahavi] recebemos alguns contactos de muitos clubes europeus para a próxima temporada. No entanto, eu prefiro iniciar uma época e não entrar a meio desta. Espero negociar com um clube como o Real Madrid", começou por dizer Jorge Jesus.

Questionado sobre as razões que levaram à sua saída do Al-Hilal, Jorge Jesus não escondeu a sua surpresa pela decisão e justificou-se com a chegada do novo presidente do clube saudita.

"Eu não fui o treinador escolhido pelo novo presidente do Al-Hilal. Fiquei triste por abandonar a equipa. Para mim, foi uma surpresa sair. Normalmente, um treinador é despedido porque perde jogos e eu só perdi um em 26 partidas", começou por dizer Jorge Jesus sobre o seu despedimento.

"Queria cumprir o meu contrato até ao fim, mas depois o presidente do clube não quis que eu continuasse", sentenciou Jorge Jesus.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.