O FC Porto recebeu e venceu hoje o Sporting por 2-1 e deu um passo importante na corrida ao título, no jogo que inaugurou a 25.ª jornada da I Liga de futebol.

Golos de Marcano, aos 28 minutos, e de Brahimi, aos 49, ditaram a vitória dos 'azuis e brancos', que ainda permitiram que os 'leões' chegassem ao intervalo em igualdade, depois do golo do jovem Rafael Leão, aos 45+1.

No final do jogo, Jorge Jesus lamentou naturalmente a derrota no 'clássico' frente ao FC Porto e destacou três lances de perigo desperdiçados pelos jogadores do Sporting que poderiam ter dado outro rumo ao jogo.

"O que faltou ao Sporting para sair daqui com outro resultado? Faltou fazer os golos que criou. Jogar no Dragão, criar estas oportunidades e não finalizar, principal nos últimos 10 minutos… Leão, Montero e Bryan tiveram três oportunidades flagrantes. Com a penalidade sobre o Doumbia… Foram duas grandes equipas, um grande jogo, isto não conta se mereces ou não. Fomos melhores, principalmente na segunda parte, mas saímos com uma derrota. Não fomos eficazes nas oportunidades que criámos. O que fica? O Sporting esteve muito bem, fez um excelente jogo, fez com que aparecesse mais um jovem. Atenção que o Leão ainda é junior. Deu bons sinais. As subsituições que fizemos acrescentou sempre algo à equipa. Às vezes mexemos e não muda nada, mas o Sporting ficou sempre por cima. Triste pelo resultado, mas não pela exibição da equipa. Ficámos numa situação muito mais difícil", começou por dizer Jorge Jesus em declarações na flash interview da Sport TV.

Questionado sobre a mudança tática do Sporting com Bruno Fernandes a jogar mais no centro, Jorge Jesus admitiu que houve melhorias, mas que a falta de eficácia acabou por determinar o resultado final.

"Sim, é verdade que mexemos com o jogo. Nós e os jogadores que entraram. Para qualificarmos essa melhoria temos de olhar para as oportunidades. Foi isso que aconteceu. A equipa do FC Porto praticamente não nos conseguiu travar na última meia-hora. Criámos várias oportunidades mas não conseguimos. Quando jogas no Dragão, tens estas oportunidades e não fazes golo… és penalizado", frisou Jorge Jesus.

Em relação às ausências de Gelson Martins e Bas Dost, Jorge Jesus preferiu destacar as exibições dos jogadores que estiveram no relvado do Dragão.

"Têm 30 e tal golos os dois, mas isso não é importante. A equipa fez um dos melhores jogos esta temporada fora de casa. Não é fácil fazer isto [ser melhor] no Dragão. Parabéns às duas equipas. Foi um grande jogo, com três golos e muitas oportunidades de golo. Fica a insatisfação do resultado", atirou Jorge Jesus.

Já sobre os braços cruzados que apresentou no final do jogo, Jorge Jesus assumiu que a conquista do título está 'mais difícil'.

"Está mais difícil. Temos de ir à procura… Ainda tudo é possível. Há um apuramento para a Champions e um segundo lugar. Ainda há uma luta muito grande que ainda temos pela frente. Há outras provas. Acho que ganhámos mais um jogador. É um miúdo com 18 anos… a coragem dele e nossa está a revelar que ele tem capacidade", afirmou Jorge Jesus.

Com esta vitória, os 'dragões' reforçam a liderança da prova e passam a contar com 67 pontos, mais oito do que o Benfica, segundo classificado e que no sábado recebe o Marítimo, e do que o Sporting, terceiro.

Veja ainda o vídeo em que Jesus fala sobre a sua continuidade

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.