Gedson Fernandes vai viajar esta segunda-feira para Londres, onde realizará os habituais testes médicos antes de assinar um contrato válido por época e meia com o Tottenham de José Mourinho.

Depois de muito se ter falado do interesse do West Ham, e também do Chelsea, o jogador vai mesmo assinar por um clube londrino, mas acaba por ser o Tottenham a levar a melhor na corrida ao atleta.

Os contornos do negócio são simples: os 'spurs' garantem o empréstimo do jogador por um período de 18 meses, pagando ao Benfica 1,5 milhões de euros por essa cedência do jovem médio até junho de 2021. Caso queira avançar para a contratação definitiva do jogador durante o período de empréstimo, a cláusula de opção ficou fixada nos 50 milhões de euros. Uma cláusula de compra que, contudo, não é obrigatória.

Gedson chegou aos escalões de formação do Benfica em 2010, quando tinha apenas 11 anos de idade. Chegou à equipa principal ainda pela mão de Rui Vitória e, embora tenha sido opção também para Bruno Lage, foi aos poucos perdendo espaço nas opções do técnico das 'águias'. Esta época somou até à data 13 partidas pela equipa principal, mas apenas sete delas como titular. Tem contrato válido com o clube 'encarnado' até junho de 2023 e uma cláusula de rescisão fixada nos 120 milhões de euros

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.