O Benfica está disponível para negociar o passe de Gedson em termos definitivos já durante a corrente janela de transferências invernal e dá prioridade a negócio nesses moldes depois de ter sido aventada a possibilidade de o médio poder ser alvo de empréstimo com opção de compra do passe no final da época.

Gedson poderá mesmo estar de saída do Benfica, e já no mercado de janeiro. Quem o afirma é o jornal 'A Bola', na sua edição desta quinta-feira, acrescentando ainda que, apesar de ter sido avançada a hipótese de o médio ser emprestado até ao final da época, as 'águias' darão prioridade a um negócio que envolva a transferência definitiva do jogador.

O médio perdeu espaço no plantel de Bruno Lage, depois de este o ter testado em várias posições e a chegada do alemão Julian Weigl reduzirá ainda mais as possibilidades de Gedson voltar à titularidade.

O contrato de Gedson contempla uma cláusula de rescisão de 120 milhões de euros e, embora não esteja a contar vender o atleta por esses valores, a SAD 'encarnada' pretende recuperar de imediato com Gedson uma boa parte - se não todo - o investimento de 20 milhões de euros feito em Weigl.

Segundo 'A Bola', Manchester United, Lyon e AC Milan são os clubes que surgem na linha da frente para contratar o centrocampista português de 20 anos, que desde meio de novembro apenas alinhou em dois encontros das'águias', ambos a contar para a Taça da Liga.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.