Gedson Fernandes, do Benfica, e Jovane Cabral, do Sporting, têm vindo a realizar excelentes inícios de temporada ao serviço dos respetivos clubes.

As boas exibições valeram aos dois jovens a inclusão nos ‘Golden Boy’, prémio anual atribuído pelo jornal italiano ‘Tuttosport’, destinado a distinguir o melhor jogador sub-21 a atuar nos campeonatos europeus.

A publicação italiana refez a lista de nomeados e na atualização publicada no sábado reduziu a lista de 80 para 60 nomes, com cinco portugueses a manterem-se nos nomeados, ainda que com algumas alterações. Diogo Dalot (Manchester United), Rúben Vinagre (Wolverhampton) e João Filipe (Benfica) mantiveram-se na lista, que foi reforçada com as entradas de Gedson e Jovane. Em sentido inverso, Trincão, João Queirós e Rui Pedro saíram dos nomeados.

Éder Militão, jovem que ontem se estreou com a camisola do FC Porto, entrou na lista e reforçou a presença nacional nos 60 escolhidos pela publicação italiana.

Na anterior atualização, realizada em final de julho último, Chris Willock e Pedro Pereira, ambos jogadores do Benfica, tinham visto os seus nomes riscados dos ‘Golden Boy’.

O jornal ‘Tuttosport’ vai continuar a reduzir os candidatos no primeiro dia de cada mês, até novembro. Em dezembro, com apenas 20 jogadores na corrida, será anunciado o nome do vencedor. O favorito à vitória é Kylian Mbappé, o jogador de 19 anos do Paris Saint-Germain que venceu a edição do ano passado e que se sagrou campeão mundial pela seleção francesa no passado mês de julho.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.