A possibilidade de Otávio deixar o FC Porto no final da próxima época assusta os adeptos dos campeões nacionais. A massa associativa não quer ver o brasileiro partir a custo zero, tal como aconteceu com Herrera e Brahimi, craques com muito mercado e que deixaram o Dragão após não chegarem a acordo para renovar os respetivos vínculos.

O contrato de Otávio termina no final de 2020/21, ele que realizou a melhor época de Dragão ao peito. Diz o jornal A Bola que o craque brasileiro tem mercado em Itália, Espanha e Alemanha, onde há clubes muito interessados na sua contratação. O grande entrave é a cláusula de rescisão do brasileiro: 60 milhões de euros.

Diz a mesma publicação que o empresário que gere a carreira do jogador chegou esta semana a Portugal e que já se encontrou com o futebolista no Algarve, onde Otávio está a passar férias com a família. Evandro Schmidt vem com várias propostas em carteira mas tudo dependerá do FC Porto.

O jornal A Bola escreve que a SAD do FC Porto está disposto a oferecer um contrato tentador, na ordem dos dois milhões de euros por ano, limpos de impostos, para convencer o jogador a permanecer no Dragão. Sérgio Conceição conta com ele para a próxima época, depois de o brasileiro ter-se tornado numas das peças-chave da equipa.

Caso o FC Porto não consiga chegar a acordo com o jogador, pode ver-se obrigado a negociar o seu passe mas por valores longe dos 60 milhões de euros. Com apenas mais um ano de contrato, as ofertas deverão ser baixas. Restarão duas opções à SAD liderada por Pinto da Costa: aceitar a melhor proposta ou ficar com o jogador por mais um ano, consciente que sairá no final de 2020/21 a custo zero. Uma situação que deverá ser evitada pela SAD azul e branca.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.