A eurodeputada Ana Gomes voltou a falar sobre o detenção de Rui Pinto, o 'hacker' português suspeito de roubar e divulgar vários documentos privados de várias instituições do futebol português e internacional. Em declarações à SIC, Ana Gomes diz estar à espera que a justiça peça a colaboração de Rui Pinto.

"Quem tem que analisar o caso é a justiça portuguesa e as de outros países eventualmente envolvidos. Está em causa apurar a ilicitude de determinadas práticas e, depois, o interesse público da informação divulgada. Não tenho dúvida nenhuma de que há gente interessada em dar essa imagem e até mais interessada em pôr as mãos naquilo que ele [Rui Pinto] ainda possa ter para revelar. O advogado diz que ele tem colaborado com a justiça francesa, com a alemã... Espero é que seja solicitado pela justiça portuguesa a colaborar", começou por dizer a eurodeputada.

"Ainda na semana passada, em Espanha, o Cristiano Ronaldo chegou a acordo e foi obrigado a pagar 19 milhões de euros. E graças ao Football Leaks o Estado espanhol está a recuperar milhões de euros de alguns jogadores. Em Portugal o que aconteceu? Estranho, não é? Não tenho notícia de que tenha acontecido alguma coisa... Ouvi dizer que, eventualmente, o processo E-Toupeira resulte de informação do Football Leaks, não necessariamente da informação trazida a público pelo Rui Pinto. O caso E-Toupeira é um daqueles casos que põe toda a gente intrigada. Como é que é possível levar o assessor jurídico e um funcionário conivente com ele a julgamento e não levar a entidade para quem trabalhava o dito assessor jurídico, que era a SAD do Benfica? Isto tem de ser visto à luz da apreciação que os tribunais façam", rematou Ana Gomes.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.