O jogador do Sporting de Braga contou ao 'UOL Esporte' as dificuldades que atravessou ao longo da sua carreira e o caminho que percorreu para chegar onde está hoje.

"Costumo dizer que ganhei mais fama do que dinheiro. Não tive uma carreira fácil e muitos dos colegas que vieram comigo para Portugal, acabaram por desistir", começou por lamentar Dyego Sousa, que chegou do Brasil em 2010.

"Eu tive a sorte de ter o apoio da minha família, sobretudo devido aos salários em atraso. Cheguei a ficar três ou quatro meses sem receber e nada para comer. Sobrevivi porque a minha mulher estava a trabalhar para sustentar a casa", contou ainda o avançado luso-brasileiro.

Dyego Sousa chegou a Portugal pela primeira vez como jogador profissional na temporada 2010/2011 para representar o Leixões. No ano seguinte, o avançado vestiu as cores do Interclube de Angola. Voltou nesse mesmo ano para assinar pelo Tondela. Jogou ainda pelo Portimonense e pelo Marítimo, antes de chegar a Braga.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.