A diferença de 2019 para 2020 é de apenas dois pontos, mas dois pontos mudam muita coisa e com um Benfica que apenas caiu uma vez, precisamente contra os 'dragões', o FC Porto passou de ter terminado a primeira volta em 2018/2019 com 43 pontos e mais cinco que o Benfica, no 2.º lugar, para ter terminado a primeira ronda do campeonato desta época, com menos dois pontos, mas com uma diferença de sete pontos para o primeiro lugar.

Derrotas a abrir e a fechar a 1.ª volta

O FC Porto não começou bem a Primeira Liga de 2019/2020, com uma derrota frente ao recém-chegado do Campeonato de Portugal, o Gil Vicente, por 2-1 no Estádio Cidade de Barcelos.

A partir daí, o FC Porto manteve-se sem perder, tropeçando apenas em casa do Marítimo (1-1) e do Belenenses (1-1), tropeções que foram suficientes para o Benfica descolar e ficar com uma vantagem de quatro pontos no primeiro lugar.

Vantagem que aumentou na última jornada da primeira volta, com a derrota no Estádio do Dragão frente ao SC Braga, por 1-2, que aumentou o fosso entre o 1.º e o 2.º para sete pontos, depois da vitória do Benfica em Alvalade.

Quando comparado com a época passada, os dragões somam o mesmo número de derrotas (2), mais um empate (2 vs 1) e menos uma vitória (13 vs 14).

Fosso de 10 pontos para os perseguidores

Se na última época o FC Porto levava mais cinco pontos que o Benfica, 2.º classificado, mais seis que o SC Braga, 3.º e mais oito que o Sporting, 4.º, o fosso para o perseguidor mais próximo é bem maior.

O Famalicão, terceiro classificado, está a 10 pontos de distância dos 'dragões', com o Sporting, no quarto posto, a ver a distância para os 'azuis-e-brancos' a aumentar de oito para 12 pontos.

Já o SC Braga, que estava no terceiro posto a seis pontos do FC Porto, está agora a 14 pontos de distância, no quinto lugar.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.