Dois golos no espaço de cinco minutos permitiram hoje ao Rio Ave anular uma desvantagem de dois golos e empatar 2-2 com o FC Porto, no jogo de abertura da 31.ª jornada da I Liga de futebol.

Golos de Brahimi e de Junio Rocha, este na própria baliza, aos 18 e 22 minutos, respetivamente, colocaram os 'dragões' a vencer por 2-0, mas os vila-condenses reagiram e conseguiram chegar ao empate na fase final da partida, com tentos de Nuno Santos, aos 85, e de Ronan, aos 90.

Apesar do empate, o FC Porto assumiu a liderança isolada do campeonato com 76 pontos, mais um do que o Benfica, segundo classificado e que joga no domingo em casa do Sporting de Braga, enquanto o Rio Ave é oitavo com 39.

No final do jogo, Daniel Ramos, treinador do Rio Ave, destacou a postura positiva da sua equipa e considerou que os jogadores de Vila do Conde acabaram por ser premiados no fim.

"Acreditámos sempre e fomos premiados por isso. Jogámos o jogo pelo jogo e fomos premiados porque nunca deixámos de ter uma postura positiva, acabámos por ser felizes no lance do 2-2. Parabéns à equipa porque era isto que pretendíamos, que era fazer um jogo positivo", começou por dizer Daniel Ramos à Sport TV.

"[Ao intervalo disse-lhe que] tínhamos de continuar, que a equipa estava a jogar bem e que se fizéssemos um golo entraríamos novamente no jogo", acrescentou Daniel Ramos antes de sublinhar que "a equipa está mais confiante" e que agora é "aproveitar os jogos que faltam com o mesmo propósito: ganhar".

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.