Todos os eventos relacionados com as comemorações do centenário do Sporting de Braga foram suspensos até ao final do mês de agosto por causa da pandemia de covid-19, informou hoje o clube minhoto.

O programa do centenário foi apresentado a 09 de março, poucos dias antes do Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, ter decretado o estado de emergência nacional devido à pandemia de covid-19, e o Sporting de Braga já tinha, entretanto, suspendido os eventos previstos de março a maio.

"Face às medidas impostas e às recomendações que devem prevalecer no que respeita à realização de grandes eventos e a grandes concentrações populares, o clube e a comissão do centenário concluíram não estarem reunidas as condições para a realização das atividades previstas para os próximos meses", estendendo a suspensão até agosto, pode ler-se numa nota no sítio oficial dos ‘arsenalistas'.

Contudo, esta "decisão não implica o cancelamento das mesmas, pelo que os reajustes que o programa tenha de sofrer estarão sempre sujeitos à avaliação contínua que está a ser feita à evolução do surto e às indicações dadas pelas autoridades".

Também a assembleia-geral extraordinária da SAD prevista para 14 de abril foi, pelos mesmos motivos, adiada para 05 de maio, devendo realizar-se por videoconferência, caso, nessa data, se mantenha o estado de emergência nacional.

Nessa reunião magna dos acionistas da SAD bracarense pretende discutir-se e aprovar-se o projeto referente à segunda fase da cidade desportiva do Sporting de Braga, assim como, no ponto dois, apresentar o projeto denominado "Estádio Centenário", nomeadamente a aprovação dos custos previsíveis com a obra e deliberação sobre o arranque da sua execução.

O novo coronavírus, responsável pela pandemia da covid-19, já infetou mais de 1,3 milhões de pessoas em todo o mundo, das quais morreram mais de 73 mil. Dos casos de infeção, cerca de 250 mil são considerados curados.

Depois de surgir na China, em dezembro, o surto espalhou-se por todo o mundo, o que levou a Organização Mundial da Saúde a declarar uma situação de pandemia, e o continente europeu é neste momento o mais atingido, com cerca de 696 mil infetados e de 53 mil mortos.

Em Portugal, que está em estado de emergência desde as 00:00 de 19 de março e até às 23:59 de 17 de abril, registaram-se 345 mortos associados à covid-19, mais 34 do que na segunda-feira, e 12.442 infetados (mais 712), segundo o boletim epidemiológico divulgado pela Direção-Geral da Saúde (DGS).

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.