Sérgio Conceição fez, ao início da tarde desta terça-feira, a antevisão do jogo com o Famalicão, da 25.ª jornada da Primeira Liga, neste regresso da prova, interrompida no início de março devido ao surto do novo coronavírus. Na conferência de imprensa no Olival, quase três meses depois da última, devido a pandemia de COVID-19, o técnico do FC Porto abordou a questão dos jogos sem público, comentou os elogios de Pinto da Costa, e deixou um pedido às equipas de arbitragem.

Jogos sem público: "Vai ser diferente entrar num jogo sem público. Faltam os condimentos necessários para se ter uma boa salada, vinagre, azeite, sal... mas se tivermos fome, temos de a comer. Temos de ir lá para dentro como se o estádio estivesse lotado com adeptos do Famalicão e com adeptos do FC Porto a apoiar do primeiro ao último minuto, como fazem sempre. Olhamos para o jogo dessa forma, vai ser diferente. O plus dos adeptos, normal e essencial para os jogadores, faz falta. Até as assobiadela fazem falta, não será a mesma coisa mas temos de olhar para o que é recomendável neste momento e enfrentar".

Alex Telles fora do próximo jogo e apontado ao PSG: "Como digo sempre, o mercado fica à porta do Olival. O Manafá é uma solução à esquerda, podemos ter outros jogadores, podemos ter três centrais."

Minicampeonato diferente do que já se jogou: "Espero que seja retomado a dinâmica que estávamos a ter antes da paragem. A equipa estava bem, a ganhar jogos importantes, tínhamos recuperado na tabela alguns pontos que eram essenciais na luta pelo objetivo principal. Espero dar continuidade a toda essa dinâmica que estávamos a ter, não falo do último jogo onde empatamos mas merecíamos ganhar por mais que um golo mas infelizmente, numa noite infeliz da terceira equipa [n.d.r. arbitragem], não o fizemos. Podíamos estar com mais três pontos que o rival [Benfica].

Arbitragens: "Aproveito para desejar as terceiras equipas [arbitragens] as maiores felicidades do mundo e que quem ganhar no fim, seja com mérito pelo que fez dentro das quarto linhas".

Elogios de Pinto da Costa: "Por muito respeito que tenho pelo presidente, não vou comentar [os seus elogios] neste momento."

Duas mexidas na defesa: "Queremos ter todo o plantel à disposição, a equipa tem de estar bem preparada defensivamente, toda a equipa. Estou tranquilo com toda a gente que está comprometida em fazer o seu papel dentro da equipa. Se todos fizerem a sua parte, a qualidade defensiva será boa".

O Famalicão-FC Porto, da 25.ª jornada da Primeira Liga, está marcado para às 21h15 desta quarta-feira.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.