O empresário de futebol, César Boaventura, recorreu esta terça-feira às redes sociais para reagir às críticas de que foi alvo por parte de dois antigos jogadores do FC Porto em programas de televisão.

Através da sua página pessoal do Facebook, César Boaventura recordou o passado de Rodolfo Reis e de Jorge Amaral no futebol português e teceu duras críticas aos comentadores afetos do FC Porto em programas da SIC e CMTV respectivamente.

"Há dois ex-jogadores do FC Porto que agora como comentadores a representar o FC Porto me atacam e mentem sobre mim em todos os programas. Falo de Rodolfo Reis e Jorge Amaral. Ambos são produtos da Academia do Apito Dourado. Ambos conhecem bem o que era o FC Porto nos anos 70, 80 e 90, o período em que valia tudo no futebol português para o FC Porto ganhar a qualquer preço. Toda gente sabe o nome porque era conhecido o Rodolfo: The Pig. E o Jorge Amaral foi contratado nos anos em que os planteis do FC Porto tinham 4, 5 e 6 guarda-redes. Todos sabemos as razões porque uma parte desses guarda-redes era contratado", começa por dizer César Boaventura.

"Hoje, esses dois ex-jogadores viraram duas marionetas da comunicação do FC Porto. As mentiras que repetem nos programas é a única forma que têm de agradar ao dono. Eles sabem bem como "trabalha" o FC Porto. Os dirigentes do FC Porto sabem bem quem eles são. O meu lamento é que passados tantos anos, quer o FC Porto, quer esses dois antigos jogadores continuem com os mesmos vícios, defeitos e métodos. Todos pararam nos anos 80 do futebol português", acrescentou o empresário de futebol.

"É triste ter gente na sociedade que parou no tempo e nos vícios do mal, iludindo pessoas de bem, quando são pessoas sem carácter!!! Se assim continuar esse Jorge Amaral eu conto aqui a histórica deslocação dele ao monte São Félix, quando jogava no Varzim e tinha que perder contra o Gil [Vicente]", sentenciou César Boaventura.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.